+55 (11) 2626-0211
+55 (12) 3302-0111
+55 (12) 99111-7601
contato@ellevendh.com.br

COMPREENSÃO: O QUE MUDA JAMAIS VOLTA A SER COMO ANTES

Compreensão: O que muda jamais volta a ser como antes

Guarde esta máxima: “Você é o que você pensa”. Simples? Não, a equação não é tão simples assim. Se em seus pensamentos estão arraigados conceitos fortalecedores, menos mal. Se ao contrário, seus pensamentos estão repletos de crenças limitantes aí as coisas complicam. E complicam pelo simples fato de dificilmente você sentir-se preparado ou bom na medida certa para algo e este pensamento gera outro, extremamente desconfortável. Que é sobre o que você pensa que os outros acham de você. Compreensão!

E sabe o que mais? Mesmo quando você se compromete consigo mesmo a mudar, melhorar, substituir velhos hábitos por novos estes pensamentos atormentam. Normalmente conseguimos sim. A questão é que normalmente queremos resultados imediatos. Uma pessoa que precisa fazer dieta e que está há anos sedentária e descuidando da alimentação geralmente desanima a fazer o tal regime porque o emagrecimento é lento, gradual. Até aí sem novidades, talvez já tenha acontecido com você.

O fato é que em relação ao crescimento interior, esta premissa funciona exatamente do mesmo modo, com alguns agravantes.

Na maioria das vezes, estas mudanças são paulatinas e não acontecem bruscamente, mas sim de modo lento e quase imperceptível. Os antigos místicos diziam sabiamente que temos que nos acostumar com a claridade, antes de ver a Luz Maior.

Tanto a mente quanto o corpo começam a ser preparados para tal empreitada. Na mente padrões de pensamento, novas percepções, um ‘feeling’ diferente acontece. Estes novos padrões começam a refletir no corpo. Tudo isto começa a ser notado em nosso cotidiano quando, por exemplo, percebemos que algo que muito nos agradava passa a ter um menor significado. Ou quando o que antes nos incomodava agora não mais nos afeta. Quando valores antigos começam a ser substituídos e até mesmo pessoas e companhias que eram agradáveis, já não são mais tão atraentes.

Mas por que estas mudanças tão gratificantes são tão difíceis de ser assimiladas?

Simples. Porque as pessoas ao seu redor continuarão as mesmas e em muitos casos estranharão e não compartilharão deste novo modo de ver o mundo e as coisas, mesmo aqueles que  te amam.

Definitivamente não é possível restabelecer o ‘Velho Mundo’ no ‘Novo Continente’. O que muda jamais volta a ser como antes e aos poucos seus padrões antigos mudam. Estas diferenças e este afastamento ocorrem porque estas pessoas, estáticas no seu ‘Velho Mundo’ de referências e paradigmas antigos e obtusos sentem-se desprestigiadas e podem atrapalhar este caminho de desenvolvimento. Estas pressões servem apenas para salientar ainda mais as diferenças.

Não se detém quem passa a empreender tal jornada, pois quando se avista um horizonte mais amplo é difícil contentar-se com a maquete da realidade. Saiba que cada caminho é ÚNICO e PESSOAL. E que justamente por este motivo devemos exercer uma das grandes virtudes humanas em relação aos demais. A COMPREENSÃO. Compreender o que os outros pensam, sem, no entanto se afetar ou contaminar com isso. Chegar a este denominador comum é determinante para continuar a escalada de evolução pessoal.

O Poder da Escolha (um exemplo de superação)

Hoje vou compartilhar um desafio que enfrentei há alguns anos e retrata o poder da escolha em nossas vidas. Fui falar de algo que apesar de importante não fazia parte do cotidiano das pessoas para quem fui palestrar. Eu tinha que fazê-los perceber em cerca de uma hora e meia que não importava qual era a situação naquele momento, a mudança estava diretamente ligada às escolhas que fizessem.

 

Palestrei em uma escola pública sobre ‘Atitudes para o sucesso profissional’.

 

Apesar de já ter encarado plateias grandes e extremamente exigentes, falar para alunos é totalmente diferente. Por dois motivos: o primeiro é que ter de quebrar a referência que há do professor que fala na frente, normalmente implorando a atenção do aluno que em grande parte das vezes apresenta uma postura desrespeitosa. Saliento que estudei toda minha vida em escola pública, ou seja, não há preconceito algum, apenas sei como as coisas funcionam.

 

E depois, falar para turmas do ensino médio, cerca de 300 jovens, de origem humilde em sua maioria e que em muitas situações não possuem perspectivas de futuro muito animadoras. Pois é. Eu já adiantei ali em cima. Percebeu o desafio? Falar de algo que apesar de importante não faz parte do cotidiano destas pessoas e fazê-los perceber em cerca de uma hora e meia que não importa qual é a situação atual, a mudança está diretamente ligada às escolhas que fazemos.

 

O tiro certo

 

Minha tática foi buscar alguém, alguma história diferente dos exemplos convencionais, alguma situação de ‘gente como a gente’, uma pessoa comum, que venceu apesar das adversidades.

 

E o tiro foi certo. Lembrei-me da história de uma pessoa que para mim representou um exemplo de superação. Ubirajara Gomes da Silva. Ubirajara vivia nas ruas da cidade do Recife, fazia pequenos serviços na região e guardava parte do dinheiro arrecadado para fazer suas inscrições para prestar concursos públicos. Lia jornais de dias anteriores, estudava em bibliotecas públicas e teve dificuldades de concluir o ensino médio, porque não conseguia efetuar a matrícula na escola. O motivo? Obviamente não possuía comprovante de endereço.

 

Após insistir e concluir o ensino médio, o rapaz prestou alguns concursos públicos e foi aprovado para o Banco do Brasil em 2007, entre 171 classificados, para o posto de escriturário na cidade de Recife. Detalhe: Havia 19 mil inscritos, ou seja, uma concorrência de 111 candidatos pela vaga.

 

Minha intenção era deixar claro que qualquer um de nós, não importa as adversidades que enfrentemos temos a possibilidade de reverter o quadro. E há muitos ‘Ubirajaras’ entre nós. Certamente você é uma destas pessoas ou conhece alguém com uma história parecida ou até mais marcante que esta. Exemplos anônimos de virtudes essenciais e inquestionáveis.

 

Tive a idéia de passar esta mensagem. E pelo brilho nos olhos que vi naqueles jovens saindo da palestra, creio que alguma semente foi deixada para eles. De alguma maneira, creio que cumpri com minha missão.

 

Gostou? Leia também “O que você vai fazer hoje“.

 

Agenda
16 de DEZ, 2017

Blog
30 NOV, 2017 | por José Carlos Carturan
Faça o seu Teste
Endereço
R. Letícia, 61 - Jardim Satelite, São José dos Campos - SP, 12230-840
Telefone
+55 (12) 3302.0111 +55 (11) 2626.0211
© 2017 Elleven Treinamentos. Todos os Direitos Reservados.                 R. Letícia, 61 - Jardim Satelite, São José dos Campos - SP, 12230-840

Newsletter

Insira seu email para receber dicas e artigos exclusivos da Elleven Treinamentos!

X