+55 (11) 2626-0211
+55 (12) 3302-0111
+55 (12) 99111-7601
contato@ellevendh.com.br

Tesarac – José Carlos Carturan

Já ouviu falar em Tesarac? É um termo criado pelo autor norte-americano Shel Silverstein para descrever períodos da história onde ocorrem mudanças sociais e culturais significativas, em que a situação e a sociedade se tornam mais confusas e caóticas até conseguirem se reorganizar.

Nesta fase, sentimos o período de mudança, que algo está acontecendo, reconhecemos o que “já era”, mas ainda não conseguimos saber o que “vai ser”. No âmbito da história, podemos citar como exemplos de “tesarac” a libertação dos escravos que passaram ao status de consumidores e mão de obra remunerada e o início da Revolução Industrial, quando houve a mudança de uma demanda reprimida para uma oferta abundante de produtos. Talvez você perceba isto. As coisas mais antigas vão perdendo relevância enquanto as novas ainda não possuem uma confiabilidade suficiente para substituí-las.

Há um famoso caso de quando Albert Einstein ainda dava aulas e estava aplicando uma prova a seus alunos e um deles levantou a mão e disse: “Professor, esta prova está comprometida. Algumas questões são iguais às formuladas no ano passado.”. Einstein, tranquilamente então, respondeu: “Não tem problema, as questões são as mesmas, mas neste ano, as respostas são diferentes”Embora simples, a resposta pode nos trazer um momento de reflexão: Será que não estamos agindo como agíamos antigamente, em um momento onde a vida requer de nós algo diferente, inovador? Não adianta tentarmos “colher morangos”, se estamos “plantando maçãs”. Se continuarmos fazendo as mesmas coisas, da mesma maneira, certamente colheremos resultados iguais ou até piores do que os anteriores. Isto toma um vulto ainda maior quando valores que são pilares da sociedade como família, religião e cidadania também passam por esta transição.

E talvez depois de ler tudo isto, você pergunte: “Mas então José Carlos, como lidar com esta atual realidade?” Logicamente, não se trata de uma resposta simples, mas ouso dizer que a premissa básica, o ponto inicial de todo este caminho é o autoconhecimento. Quando sabemos lidar com nós mesmos, com nossas emoções, com nossos objetivos e sabemos o real propósito de nossa vida, tudo passa a fazer mais sentido. Sentimos-nos mais preparados para lidar com as turbulências e os obstáculos da vida. Temos os recursos necessários para enfrentar os desafios que aparecem e continuarmos firmes em busca dos nossos sonhos.

A boa notícia é que este caminho do autoconhecimento é muito mais alcançável do que se possa imaginar. A má notícia é que poucas pessoas se dispõem a dar o mais difícil passo em sua direção: O primeiro passo.

Mas isto sim está no seu controle. Buscar algo diferente ou viver a vida toda reclamando de falta de sorte, de oportunidades e dizendo a você mesmo: “Eu não posso, não consigo, não tenho capacidade”. Perdoem-me, mas sinceramente não acredito nisto.
Não se trata apenas de tomar novas decisões. Trata-se de rever as suas decisões antigas, quebrar alguns paradigmas e permitir a si próprio, quantas novas chances forem necessárias.

Deixe seu comentário…

OS CICLOS SE REPETEM
Há uma bela reflexão sobre um homem que perguntou a um sábio a respeito de oráculos, se eles realmente funcionavam. O sábio homem afirmou ao aprendiz que sim, funcionavam. E muito. Exceto para aquelas pessoas que conseguiam atingir a ‘iluminação’. Disse que os ‘iluminados’ eram tão vazios de seu passado e tão plenos em seu presente, que seria impossível prever o futuro.

 

O jovem aprendiz então perguntou: “Mas o que isto tem a ver com as previsões do futuro? Por que é impossível sentir as decisões futuras destas pessoas?” E mais uma vez aquele velho homem, sorrindo, explicou que os oráculos não leem o futuro dos homens. Leem seu passado. E o ser humano nada mais é do que uma constante, e às vezes triste, repetição de si mesmo. Os ciclos se repetem.

 

É fato. Os ciclos se repetem. Nossa vida é feita de ciclos. Já aconteceu com você, comigo, com pessoas próximas a nós. Ainda que não tenhamos nos dado conta disso. Repetimos padrões nos mais diversos segmentos de nossa vida. Se formos avaliar a fundo, nossos relacionamentos profissionais, afetivos, familiares, todos eles seguem certo padrão.

 

Reavalie, por exemplo, situações profissionais suas: Talvez em épocas diferentes, empresas diferentes, atividades diferentes, certamente havia semelhanças entre elas. Ou um chefe autoritário, opressor, talvez alguém querendo ‘puxar seu tapete’ ou ainda alguém que você confiava e que lhe ‘passou a perna’.
É muito provável que você perceba identificações entre as situações. E se examinar mais a fundo, perceberá que padrões semelhantes se aplicam a outras situações de sua vida. Não concorda? Avalie mais a fundo.

 

Identifique as repetições que existem e existiram em sua vida e se surpreenderá com a quantidade de vezes que isto acontece. Todos nós estamos sujeitos a erros. O problema é que quase sempre erramos nas mesmas coisas, repetimos os mesmos padrões de comportamento.

 

A má notícia? Pessoas passam a vida repetindo ciclos. Passam toda uma existência sem se dar conta que estão incorrendo nos mesmos erros. E reclamam, se culpam, colocam a culpa nos outros, dão justificativas, desculpas, mas insistem em não dar a devida atenção ao que muitas vezes está explícito, claro, pulsante a sua frente. Que estão repetindo ciclos.

 

A boa notícia? A partir do momento que percebemos isto, podemos romper estes ciclos, quebrá-los. E ao fazer isto, rompemos inclusive com um padrão energético que circunda isto. Estamos alterando, modificando o ‘caminho’, o que automaticamente torna diferente o ‘final’.

 

Somos uma constante repetição. E se não percebermos isto estaremos fadados a cair sempre nas mesmas armadilhas, geradas pela nossa falta de percepção. Chico Xavier dizia que em nossa vida é impossível fazer um novo começo, mas temos toda a possibilidade (e a responsabilidade) de fazer um novo fim. Para isto é fundamental que percebamos estes ciclos repetidos. E tenhamos a atitude necessária para alterá-los.

Salvar

Agenda
21 a 22 de OUT, 2017

Blog
10 OUT, 2017 | por José Carlos Carturan
Faça o seu Teste
Endereço
R. Letícia, 61 - Jardim Satelite, São José dos Campos - SP, 12230-840
Telefone
+55 (12) 3302.0111 +55 (11) 2626.0211
© 2017 Elleven Treinamentos. Todos os Direitos Reservados.                 R. Letícia, 61 - Jardim Satelite, São José dos Campos - SP, 12230-840

Newsletter

Insira seu email para receber dicas e artigos exclusivos da Elleven Treinamentos!

X